segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Insónia

Há três dias que durmo desordenadamente.
Transpiro e acordo e vejo casas que são desdobramentos da minha própria casa.
A verdade é que preciso de ti para um poema.
Preciso que te passeies por uma dessas casas, que te sentes, que te deites.
Preciso olhar para ti durante 27 segundos...

Vasco Gato