domingo, 23 de abril de 2017

hoje acordaste de uma forma diferente dos outros dias






"e de repente descobres é a hora de olhares para dentro

porque há qualquer coisa que não bate certo
qualquer coisa que deixaste para trás em aberto"








sexta-feira, 21 de abril de 2017

palavra por palavra




Nestas tardes de meia-idade e muita fábula
 a mentira é um jogo 
 e a calma
 uma segunda natureza em andamento. 
 Devemos pois pisar o escorpião
 que nos invade
 a sala com a voz aclimatada 
 às suas venenosas pinças telefónicas. 
 E em sossego destruir pena por pena 
 o pássaro do desejo. 
 E depois o sexo - palavra por palavra 







 Armando Silva Carvalho
 (Foto de Ezgi Polat)

quinta-feira, 20 de abril de 2017




apetece-me palavras 
para entreter a boca enquanto 
não as espanta o grito que
 já espreita debaixo da língua 







 Bénédict Houart
 (Foto de Nishe)

quarta-feira, 19 de abril de 2017

escreve-se




Isto sim, é um problema,
 leio-me
 e dou conta
 que todo ele, 
negado, saqueado da minha mente,
 esvaziado do meu sangue, 
instalou-se em silêncio
 no túnel cárpico da minha mão direita. 
E escreve-se. 







 Valeria Pariso
 (Trad. A.M.)