terça-feira, 13 de julho de 2010

Quem sabe...

Não, não aprenderei nunca
a decepar flores.
Quem sabe, um dia,
eu, em mim, colha um jardim?





Mia Couto