quarta-feira, 13 de julho de 2011

Das manhãs





Levantou-se a manhã nos meus cabelos
Como se fosse um pássaro em viagem.
E eu estendi as mãos para tocá-los
Não sei se por amor se por coragem.
Então dormiram estrelas no meu leito,
Então domei corcéis de solidão.
Por ti rasguei estradas sobre o peito
Para poder chegar ao coração

Joaquim Pessoa








Sem comentários:

Enviar um comentário